santinho milagreiro

http://online.jornaldamadeira.pt
António Pires de Lima, em prédica na Assembleia da República, pregou aos peixinhos. E disse que Portugal estava em pleno milagre económico. Disse isso aos deputados mas também o disse, através das televisões, aos portugueses que perderam os empregos, aos portugueses a quem cortaram salários e pensões, aos portugueses a quem encareceram habitação, gás, electricidade e um sem-número de outros bens e serviços, aos portugueses para quem a Saúde e a Educação são cada vez mais produtos de luxo, aos portugueses que vivem na rua, aos que se suicidam, aos que passam fome ou recorrem à caridade de que o governo tanto gosta. Depois de Portas, que antevê o fim da recessão para breve - deve ter consultado uma pitonisa manhosa -, eis o seu ministro armado em santinho milagreiro. Que Nossa Senhora nos valha. Com este governo, com esta gente, só um milagre nos pode salvar. Por mim, vou à bruxa e é já. Vou pedir-lhe que me quebre o enguiço, o feitiço, a maldição. Tudo isto é mau de mais para ser verdade. Não nos pode estar a acontecer. Não em democracia. Não com um povo que se respeite a si próprio, que não abdique da sua dignidade. 

Passos Coelho faz mais uma vez chantagem sobre o Tribunal Constitucional, ameaçando com o caos e a ruína caso os juízes cumpram o seu dever e exijam o cumprimento da lei fundamental do País. No mesmo dia, no mesmo local, um seu ministro, Pires de Lima, jura-nos que não há motivo para preocupações, que o Sol brilha, a Primavera é eterna, o futuro radioso.

Nem na mentira, nem na chantagem, nem na demagogia se aproveitam. Mediocridades elevadas a ministros. Dá nisto.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora