crimes contra a democracia e a humanidade


Agora totalmente às claras, Merkel e apaniguados querem fazer cair o governo grego. Já se ouvem zunzuns de que até têm na manga o sucessor de Tsipras, o presidente do banco central grego, afecto à Nova Democracia de que Merkel e apaniguados tanto gostam, obedientes e mansos como cordeiros a caminho do altar dos sacrifícios. O que se tem passado é um escândalo, uma abjecção, um colossal escarro na democracia, sem querer imitar o Gaspar de triste memória. É uma tentativa de golpe de Estado, uma ingerência nos destinos de uma nação milenar. Como resposta, Tsipras, a quem tiro o chapéu, propôs levar a cabo um referendo para que o povo diga se aceita ou não as condições dos credores, na prática mais austeridade que resultará em mais pobreza e mais definhamento da economia.

Os apaniguados, esses, fecham os olhos ou acenam com as cabeças a dizer que sim a Merkel. Tal como o fizeram outros da mesma laia até que Hitler invadiu a Polónia. E não é preciso ter dons de adivinho para perceber que serão a Rússia e os Estados Unidos, cada um para seu lado, que virão arrumar a casa mais uma vez. Com guerra ou sem ela. 

Merkel que se cuide. Tem os dias contados.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!