22/06/15

o banquete dos merdívoros

Chegou o Verão. Intervalo. É ir para a praia e esquecer a Grécia, a Ucrânia, os líbios e os mortos, todas as vítimas deste mundo moribundo. É esquecer Passos, Cavaco, Portas, as promessas e mentiras, os fananços aos sempre tansos. É esquecer os desempregados, os miseráveis, os deserdados da Pátria, os filhos que emigraram, os velhos que definham esquecidos. É esquecer os dianhos, os filhos de uma senhora mal comportada, a sarna, a diarreia, o vómito, o pus, a pústula, o pasto dos merdíveros. 

Bons banhos. A banhada segue dentro de momentos.

Sunnerberg Constantin/http://www.cartoonmovement.com/

Sem comentários: