todas as ruas, praças e avenidas do país se chamaram liberdade

Portugal foi hoje uma imensa Grândola. A exigir a cabeça do Coelho já que Coelho não tem cabeça. E muito menos coração. Foi ele quem disse que quem se manifesta e está descontente é uma minoria. Demos-lhe a resposta. Embora pasquins como o Público (um jornal que deixei de comprar) contenham insinuações abjectas, tentando diminuir a força e grandeza deste grito colectivo de protesto e raiva. Não faltarão os que mostrarão fotografias do Terreiro do Paço quando a manifestação ainda vinha na Avenida da Liberdade. Quem lá esteve, sabe o que viu, sentiu, gritou e cantou com a emoção à flor da pele. E agora, Gaspar, ainda somos o melhor povo do mundo?

Aqui ficam alguns testemunhos, em vídeo e fotografia.
















































































































































































































Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho