a alice no país dos maravalhas


Ontem, no parlamento, tanto o deputedo da maioria como a madama do Bataclã, Passos de casto apelido, juraram a pés juntos que o Orçamento de Estado era equitativo. Repetiram-no várias vezes, não fosse quedarem-nos dúvidas na cachimónia.

Façamos as contas:

Contribuição proveniente das reduções salariais e despedimentos na função pública, cortes na Saúde, Educação, pensões de reforma e sobrevivência e outras prestações sociais: 84%.

Contribuição das empresas de energia, banca e outros negócios chorudos: 4%.

A minha professora Alice, osso duro de roer, havia de me desancar com a menina-dos-cinco-olhos se lhe apresentasse esta conta como exemplo de equidade. Ou, então, atirava-me com o Cândido de Figueiredo às trombas. E era bem feito.

Eu até lhes perdoo, ao deputedo e à madama. É que não tiveram, os maravalhas, a Alice a dar-lhes aulas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho