portugal em carne viva

REMBRANDT, A Lição de Anatomia do Dr. Tulp/http://worldarts.info
Os erros, pecados, monstruosidades deste governo não se devem apenas à ideologia do timoneiro, assimilada à pressa nuns manuais impressos em Chicago, terra de gangsters e de delfins de Milton Friedman. Devem-se também às trafulhices, crimes económicos, roubos e outras indecências da camarilha que tomou conta do poder nas mais variadas instituições e não apenas a governamental. Mais do que uma questão de ideologia, egoísta e desumana, são um caso de polícia onde muitos não escapariam ao crivo de uma investigação a sério. O BPN, a Tecnoforma, as swaps, as privatizações, as ligações a Angola e a outros regimes pouco recomendáveis, as mentiras pré e pós-eleitorais, os ataques à Constituição, os jobs for the boys, os assaltos aos mais fracos da Nação são apenas alguns dos casos que a gente sabe. E não sabe nem da missa a metade, do que se passa de facto nos corredores e bastidores dos prostíbulos políticos e financeiros.

Se a Justiça anda anquilosada há muito, agora também a democracia está moribunda por falência das suas funções vitais, dos órgãos que a mantinham viva. Noutros tempos, com outras gentes e outros ventos da História, já estes cavalheiros teriam levado um valente piparote no sítio onde as costas mudam de configuração e de nome. Ou pior. Os direitos humanos têm sido sistematicamente violados. A destruição do tecido económico do país foi premeditada. Os despedimentos encorajados. O povo depauperado com uma crueldade nunca vista, com o sádico prazer de um assassino que esventra a vítima só para ver como é por dentro.

Quase dez milhões de pessoas tornaram-se ratos de laboratório. Mas são ratazanas, das verdadeiras, que nos olham do outro lado da vidraça, rindo-se divertidos com os nossos estertores e fúrias enquanto nos aplicam a injecção letal.

Aos patibulares, o patíbulo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora