a dívida, a dúvida e a insustentabilidade sustentável


Para Cavaco, no seu discurso de Ano Novo deste ano, há pouco mais de 9 meses, a dívida era insustentável (no vídeo, ao minuto 3:30). Hoje, lá longe na Suécia, entre banquetes e beija-mãos, entre as sessões de caixeiro-viajante para angariar investimentos como quem vende alfarrábios porta-a-porta, afirma o contrário, que a dívida é sustentável e que, quem diz o contrário, é masoquista.

Confira.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora