o FMI está a passar por aqui

O governo, o FMI, a Comissão Europeia, as agências de notação, os especuladores financeiros, as altíssimas individualidades do capitalismo desregulado que até o Papa já não poupa, benza-o Deus nem que seja só desta vez, afirmam-nos, mentirosamente, cansativamente, repetidamente, ad nauseam, que andámos a viver acima das nossas possibilidades, que o Estado não pode pagar a Saúde, a Educação, as Prestações Sociais. No entanto, ainda antes dos cortes que Passos, O Tresloucado, encomendou ao FMI, mesmo assim, comprovadamente, o Estado português gasta menos connosco do que se gasta em média na Europa para os mesmos fins e, indigne-se!, pasme se ainda puder!,  apesar de termos das cargas fiscais mais elevadas do continente.

Assim sendo, há que perguntar: para onde é que vai o nosso dinheiro? O FMI, tão lesto a fazer análises de gastos, no seu entender supérfluos, com o bem-estar e a vida de seres humanos, não quererá ir ao fundo da questão e recomendar, em relatório que eu próprio assinarei de cruz, que Passos, O Deslumbrado, corte nas gorduras do Estado dos amigalhaços, comparsas, corruptos, compadres, confrades, parceiros e demais seitas que, vindas dos partidos do arco de governação, andam a esmifrar e a espatifar o país desde há décadas?


Vá lá, façam isso. É pegar ou Lagarde.


Ler mais em:
http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2987616

Fotografia: http://athens.cafebabel.com

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!