e se fossem privatizar a puta que os pariu?

Saramago teve razão antes de tempo. Privatiza-se tudo. Correios, companhia aérea, electricidade. Dizem os entendidos que sem vantagens de maior para o Estado, a não ser a de ficar com dinheiro em caixa para pagar aos credores. E os passos mais graves estão ainda para vir: a água também pode vir a ser privatizada, embora o governo não fale nisso, decerto para evitar a onda de indignação que essa decisão provocará. Tudo isto sob a batuta de António Borges, privilegiando grandes grupos económicos e os "comunistas" da China.

Entretanto, ficou a saber-se que Espanha vai privatizar o Sol. Isso mesmo. Agora, o Sol é propriedade do Estado e das empresas concessionárias, jamais do comum cidadão que gastou muito dinheiro para poder vir a poupar na conta da electricidade..

Eu explico: quem for apanhado a "roubar" a luz do Sol para produzir a sua própria energia pagará uma multa que poderá atingir os 30 milhões de euros. Leu bem: 30 milhões.

Por este andar, qualquer dia pagamos para apanhar Sol na praia. E se for banho de Sol e banho de mar mais caro fica. E se, além dos banhos, quiser também dar um mergulho, aí é que a coisa fia mais fino e tem que pagar a dobrar.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!