afinal, parece que os VIP eram só quatro


Diz o DN: a lista VIP teria sido constituída por apenas quatro nomes, os de Passos, Portas, Cavaco e Núncio. Por que razão?

No caso de Passos, eu sei. Não gosta de fazer strip-tease, nem bancário nem fiscal. E os outros? Se nada devem, o que temem? Que têm a esconder, para além das vipíssimas carnaduras?

Aguardemos o completo esclarecimento do caso. Se é que alguma vez saberemos tudo. Como ainda nada sabemos sobre a Tecnoforma ou os submarinos ou o Swissleaks. Tal como não há condenados do BPN, como não houve no processo Portucale, como não haverá no escândalo dos Espírito Santos Emporium. Tudo se vai esfumando dos jornais e da memória.

Só a questão Sócrates continua viva e bem viva. Está preso e a "verdade" vem todos os dias parir notícias no Correio da Manhã, na Sábado, no "i" e por aí. Deste sabe-se tudo, pelo menos diz-se de tudo. Se é preciso sacrificar uma raposa para que os lobos se salvem, pois que assim seja. Os cordeiros estarão seguros.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho