as damas da caridade no jogo da miséria

Por João Vilela

Os telejornais, dia sim dia sim, têm andado a apresentar, em tom laudatório e vagamente baboso, as iniciativas "da sociedade civil" (essa belíssima invenção) para combater a pobreza neste período de dificuldades. Não há sopa dos pobres, distribuição de cobertores aos velhinhos, entrega de brinquedos aos putos, venda de Natal para ajudar os pobrezinhos, que não receba aplausos e elogios pela sua natureza solidária, fofinha, amiguinha dos mais necessitados. Isto não é simplesmente desresponsabilização de quem tem de combater a pobreza, a exclusão, e a miséria humana. Isto não é só escamotear que estas são as consequências do pacto de agressão e da destruição premeditada e sistemática da economia nacional. Isto é um projecto de sociedade, pautado pelo fim das políticas sociais e sua substituição pela filantropia dos ricos e pela perpetuação da dependência dos pobres.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!