os vencedores da vida


Coelho pôs toda a gente a discutir as reformas. Que uns, alega num rasgo digno de um qualquer revolucionário de pacotilha, estão a receber mais do que aquilo que entregaram ao Estado, ao longo dos anos, para as suas reformas. Estou de acordo, há-os. Escandalosamente, há-os. Criminosamente, há-os. Toda a gente sabe. Mas o que Passos quis, no seu gesto de justiceiro social, uma anedota a juntar a outras tantas, foi atingir Cavaco Silva e condicionar a sua acção relativamente ao orçamento do Estado. Passos não pretendeu, não pretende nem nunca pretenderá mexer nas reformas milionárias, as dos seus protegidos, patrões, comparsas, companheiros de quadrilha, perdão, quadriga (nos tempos que correm, há que ter cuidado com as palavras).

Relvas, por exemplo, tem uma subvenção vitalícia de 2.800 euros (clicar no link abaixo). Quererá Pedro sonegar esta benesse ao seu amigo Miguel, essa sim imoral tendo em conta o pouco que trabalhou (a não ser no partido lá muito deles) e os seus 51 anos de idade?

O que Coelho quer sei eu e digo: mexer nas reformas justamente atribuídas a quem trabalhou e descontou décadas a fio para que sobre mais dinheiro para subvenções vitalícias e outros vícios com que o Estado tem engordado alguns, os felizardos da Nação, os vencedores da vida. Com essas pensões, encherão hotéis de luxo.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/relvas-recebeu-14-mil-euros-de-reforma

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho