tentáculos de polvo por entre relvas

Já ultrapassa as raias de todos os escândalos, esta coisa chamada privatizações. A isto chamo eu a verdadeira globalização, das negociatas internacionais pouco ou nada claras, dos tentáculos globais de um polvo cada vez mais difícil de aniquilar. Soube-se hoje que José Dirceu, condenado no Brasil a 10 anos de prisão - e aliado de Relvas - também esteve envolvido na venda da TAP ao homem das quatro nacionalidades. Ninguém pára esta vergonha? O que é que os deputados da oposição estão a fazer no parlamento? E os juízes nos tribunais? E o presidente em Belém? E o parlamento europeu? E o tribunal internacional? O povo espera. Não manda nada. Não pode nada. Porque o polvo, unido, jamais será vencido. O polvo é quem mais ordena.

Eis a notícia. Como está em voga dizer-se, para memória futura:
http://www.publico.pt/economia/noticia/gabinetes-de-jose-dirceu-promoveram-a-entrada-de-efromovich-na-tap-1577654


 Fotografia: António Cotrim/Lusa (http://www.tvi24.iol.pt)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!