haja quem lhe corte o pio ou outra coisa qualquer


Ontem um secretário de Estado qualquer, não sei se aquele com ar de azeiteiro, veio descansar a populaça timorata: o corte nas pensões não ultrapassaria os 10%. Viva, viva o governo e quem o apoiar! Afinal, não nos cortam a vida, só 10% dela! Os reformados, muitos dos quais mal têm dinheiro para comer, que vão à farmácia aviar apenas uma parte dos remédios da receita, os que lhes são vitais, afinal de contas levam só um golpe de 10%, uma ninharia, coisa sem importância, de lana caprina. Claro que o secretário de Estado, não sei se o azeiteiro mas deve ter sido, aliviou os portugueses até aqui em sobressalto permanente. Ficámos mais descansados. À espera, já à espera, do que virá a seguir.

Portas, aquele mesmo que jurou que nunca aceitaria a TSU dos reformados, é o mesmo que, agora, aceita (e apoia, a poia apoia) os mesmíssimos cortes com outro nome.

Haja quem lhe corte o pio. Para que não minta, não ludibrie, não engane o pagode. Que assustadiço seguirá. Até que o governo se reforme. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho