henrique monteiro está fulo cá com a malta


Isto dirige-se a todos os que condenaram a pobre Cristina Espírito Santo e o seu dito de há dias: Henrique Monteiro não gostou. Henrique Monteiro acha que as pessoas que fazem este tipo de denúncias nas redes sociais aplicam os mesmos métodos da Inquisição ou da Pide. Segundo Henrique Monteiro, as redes sociais devem servir para publicar fotografias de flores e de vaquinhas a pastar, quadras ingénuas, pensamentos do dia requentados, anedotas brejeiras, vídeos hilariantes, vacuidades, tonterias. Nunca por nunca ser devem servir para denunciar o que nos indigna, o que nos irrita, o que nos atinge na nossa dignidade. Depreende-se, das palavras de Henrique Monteiro, que um jornalista ou comentador que faça críticas às elites do País, aos donos, aos amos, também são bufos, são pides ou adeptos do Santo Ofício. Um jornalista ou comentador com consciência profissional, com uma folha de serviços impecável, deve só criticar aqueles que, no entender de Henrique Monteiro, merecem. É o estado novo da informação. Asseadinha. Com uma legião de redactores de espinha curvada e caneta devidamente amestrada. De órgão sequiosos por um anúncio do BES, um obséquio do BES, o reconhecimento do BES aos serviços de informação isenta e rigorosa que presta ao País. Cala-te boca. Estou a ser inquisidor, pidesco, do contra.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora