mate-se! (carta a um "velho" desempregado)

Caro amigo,

Tem mais de 50 anos e está desempregado? É muito novo para se reformar e muito velho para encontrar novo emprego? Se assim é, saiba que o governo prepara novas medidas para cortar ainda mais o seu subsídio. E isto porque, claro está, o meu amigo é um pária, um chulo, um chupista que quer viver à conta do Estado. É evidente que fez descontos durante décadas para que o Estado o protegesse se uma adversidade, como esta, lhe acontecesse. Mas isso agora não vem ao caso. Sem emprego e com um subsídio minguado, não pode ajudar os seus filhos desempregados. Mas isso agora não vem ao caso. O que vem ao caso é que vai viver mal, estender talvez a mão à caridade, mas o governo está-se nas tintas para si. Mate-se. Será um alívio para o erário público. O défice, Gaspar, Álvaro e Coelho, o FMI e a OCDE agradecer-lhe-ão. Mas sem flores no seu funeral. São caras. O mais que podem fazer é oferecer-lhe, generosamente, um lugar na vala comum.

Mais aqui:
http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=3058405&seccao=Dinheiro%20Vivo

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!