hollande leva merkel para a cama

François e Ângela. O casalinho romântico da década (que digo eu? Do século!). Repare-se na ternura, a roçar a subserviência, com que ele olha para ela, lhe leva o croissant à boca. 

Ele sem ela não é ninguém. 

O trabalho fotográfico é da responsabilidade do Le Monde/Zeit Magazin. Com sósias. Só porque Ângela não quis pousar; François, por ele, não se importaria. Mas, desengane-se o Monsieur, no boudoir da Frau não entra. O ménage que ela lhe quer é outro, de esfregona em punho e soldo de bonne a tout faire.

Ele sem ela não é ninguém.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho