o apocalipse do trabalhador

http://jornaldigital.com/
Pobre Amorim. Ele apenas quer ser um humilde trabalhador e obrigam-no a acumular dinheiro. Diz a revista Exame, dirigida por comunas pela certa, que em apenas 1 ano duplicou a sua fortuna, tornando-se outra vez o mais rico de Portugal.

Triste traste, que vida apoucada tem.

Informa também a mesma fonte que os 25 portugueses mais ricos detiveram este ano o equivalente a 10% do PIB enquanto que, no ano passado, essa percentagem era de 8,4%.

Por aqui se vê como o governo está a trabalhar bem, dou uma cabeçada ao primeiro que o acusar de incompetente. Amorim, Soares dos Santos, Belmiro de Azevedo que o digam. Passos merece uma prece, velinhas, incenso e mirra, sobretudo muita mirra na bolsa dos trabalhadores. Menos de Amorim. A esse, o dinheiro medra. Na bolsa de valores.

Está-me cá a parecer que o País anda a precisar de uma barrela. Eu entro com o sabão. Macaco.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho