esfaqueado até à morte

Pavlos Fyssas era um cantor grego de esquerda. Foi assassinado por membros da Aurora Dourada, o partido neonazi da Grécia que, pasme-se!, conta com um grupo parlamentar graças ao voto popular. Nas imagens, fotos obtidas no local onde Pavlos foi morto. Curiosamente, por cá, o PNR está a ter, nos órgãos de comunicação, uma exposição nunca vista até aos dias de hoje. É a globalização da barbárie. Perante os nossos olhos, a nossa inércia.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!