fátima, vibradores e as dores do parto eleitoral


Em campanha eleitoral, Valentim Loureiro oferecia varinhas mágicas, torradeiras, quiçá vibradores que não são menos do que outros artefactos eléctricos. O presidente da Câmara de Esposende, decerto mais beato do que Valentim, ofertou terços a 2000 dos seus paroquianos, perdão, munícipes. Com o dinheiro do partido a que pertence? Qual quê! Foi, isso sim, com dinheiros da Câmara. Nossos. E o senhor presidente da Câmara de Esposende, decerto beato, decerto batoteiro, decerto tão maculado que Deus não o quererá entre as suas hostes, fez mais: ofereceu uma viagem a Fátima aos idosos do concelho. Ficou tudo por mais de 21.000 euros, uma pechincha por causa tão meritória.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!