tesouradas autárquicas


Durante os dias 28 e 29 de Setembro, a CNE proíbe comentários sobre as eleições nas redes sociais.

O português é danado para a brincadeira, arranja sempre forma de se escapulir por entre as malhas da lei. E eu, pois está claro, não sou menos português do que os outros, nem menos desenrascado. Como não é o governo que se vai sujeitar a sufrágio, sinto-me no direito e na obrigação de, 28 e 29 de Setembro, vituperar o Passos, o Portas, os manos Macedo, o Maduro, a Albuquerque e demais elenco da barca dos infernos neste auto sem fim.

Claro que não denegrirei nenhum partido. Apuparei antes ministros, secretários de Estado, assessores, todos exercendo cargos supra-partidários.

A propósito: não é que aquele sacana do ...

Comentários

Anónimo disse…
Isso da proibição é verdade?
É que me parece totalmente anti-constitucional! E a liberdade de expressão? Se proibir OS PARTIDOS de fazerem propaganda in the moment, it's ok.

Mas cidadão não partidários e seus facebooks? Nã.
Manuel Cruz disse…
Uma achega que, acho, pode ajudar a esclarecer a questão. Uma consulta no Google poderá complementar. Abraços.

http://www.publico.pt/multimedia/video/como-vai-a-cne-controlar-os-milhares-de-candidatos-nas-redes-sociais-20130918-153735

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora