03/07/15

só o meu cão não tem um blogue


Fiquei agora a saber que os prisioneiros, pelo menos alguns, podem ter computador na pildra, acesso à internet e escrever num blogue com total liberdade. É o caso de um inspector da Judiciária preso em Évora. Que veio agora dar uma entrevista à Sábado onde conta, sem ponta de vergonha, alegados pormenores do seu alegado convívio com Sócrates. As suas sensacionais revelações em primeira mão não aquecem nem arrefecem, em nada comprometem Sócrates e, além disso, vindas de quem vêm, de um bufo afinal, pouca credibilidade e respeito merecerão, a não ser dos pasquins do costume. 

O homenzinho quis arrear no preso. Mas arreou o preso: ele próprio. Um cagalhão é um cagalhão é um cagalhão. Imundo e grosso, encontra sempre um esgoto por onde escoar os dejectos que vomita. Seja a Sábado, seja o Sol, seja o Correio de manha feito.

É até possível que tenha recebido dinheiro para evacuar. Essa sorte não a tenho eu nem o amigo leitor.

1 comentário:

Anónimo disse...

Uma pequena correcção: os textos são entregues à mulher na visita semanal e publicados em casa.
Relativamente ao conteúdo do seu artigo subscrevo na integra