a alemanha, a islândia e o cromo da burrolândia

http://espectivas.wordpress.com

Aposto que não conhece a figura, bem apessoada por sinal, da fotografia, nem nunca ouviu o seu nome sequer. Chama-se Bruno Maçães e é o até agora escondido (deviam ter vergonha dele) secretário de Estado dos Assuntos Europeus.

Se agora ouvimos finalmente falar dele, é pelas piores razões: na Grécia, onde foi em visita oficial, recusou liminarmente a ideia de uma frente comum, do Sul da Europa, contra os interesses e os caprichos hegemónicos alemães. Fez de tal forma a defesa da sua dama que, por lá, ficou conhecido por "o alemão".

Por cá ficou conhecido também, mais um a juntar a tantos que nos indignam e repugnam. E porque lhe falta em vergonha o que lhe sobra em subserviência, tendo mais a mais desprezado a sobriedade que se exige a um membro do governo, mesmo que clandestino como o foi até hoje, vem Maçães escrever no twitter, para deleite dos seus comparsas: "A esquerda grega chama-me 'alemão'. Oh não!"

Mas, enquanto os nossos governantes baixam as calcinhas e mostram o rabo a Merkel, quiçá para lhe mostrar como o trazem lavadinho e enxuto, como novo, os islandeses vêm provar, mais uma vez, que outros caminhos são possíveis e que a subjugação aos ditames alemães nos envergonha a todos nós, portugueses, tratados como seres menores de uma burrolândia cheia de bestas de carga, daquelas que morrem a trabalhar por um fardo de palha. O governo islandês aprovou um perdão de dívida a todos os habitantes do país, traduzido num corte de 24 mil euros nos créditos à habitação de cada família.

Claro que, em Portugal, vozes de Césares e Camilos se ergueriam vociferantes, porque uma medida dessas representaria o aumento da dívida externa portuguesa, um escândalo, uma insanidade!

Puro logro: o estado islandês não gasta um tostão do erário público, esse valor será totalmente financiado por impostos a aplicar aos bancos e fundos de gestão que faliram com a crise.

Ai, diriam os Césares e Camilos, ai que isto é um roubo, um atentado à propriedade privada, uma medida digna de bolchevistas, uma vergonha, uma tragédia!

Passos, Portas e quejandos concordam. Até hoje, não beliscaram os bancos nem as grandes empresas. Têm sido financiados pelo povo através de "generosos descontos" nos salários e pensões e em "colossais aumentos de impostos".

Por aqui se vê a força do PC (leia-se, claro, Passos Coelho)!

As agências de notação e o FMI já vieram, a exemplo dos Césares e Camilos da burrolândia, declarar a sua indignação e discordância com a decisão islandesa.

Os burros de Miranda ainda não se pronunciaram. Quanto a Maçães, aguardamos a todo o momento um zurro no twitter.

Comentários

Anónimo disse…
O "puto" formatado com o Diploma Estupidez Funcional. A esfera política foi invadida por estes formatados que apresentam o Diploma Estupidez Funcional com um orgulho da diarreia mental que vão disseminando por onde passam.
maria do mar disse…
É falta de compreensão da minha parte ou não se chega a conclusão alguma sobre o debate de ideias pretendido por este blog? Quer debater ideias e defender causas ou quer partir para a baixaria e defender casos? Não entendi! Quando não se está documentado não se deve exibir assim a impreparação! Felicidades e as melhoras para o blog!
Manuel Cruz disse…
Aqui está um argumento velho e relho da velhíssima direita: um gajo, se for do contra, tem que ser político ou doutorado em qualquer coisa, se assim não for que se remeta á sua reles insignificância e não bote faladura.

O que é que é preciso perceber sobre este assunto? Que o secretário de Estado foi à Grécia fazer uma triste figura, ainda por cima em nosso nome? É preciso sacar um doutoramento para perceber - e dizer - isto? Ora abóbora!

O blogue não precisa de melhoras, está bom e recomenda-se. A não ser que o seu exército, em organização sob a batuta do Branco da Defesa para atacar na web, venha, como não quer a coisa, transmitir-lhe alguma maleita.

Felicidades para si também, Maria do Mar.
Manuel Cruz disse…
Só mais uma coisa, Maria do Mar, que me esqueci de referir há pouco: nunca foi minha intenção discutir ideias, mas combater os ideais da gente que nos (des)governa. Se considera isso baixaria ou que recorro à baixaria, é lá consigo. Não vejo, como é óbvio, a coisa assim e não será qualquer Maria, do mar ou do céu, que me fará mudar de rumo.
maria do mar disse…
Não percebi nada do que disse mas sabe? até fiquei contente. Sinal que não estamos na mesma onda o que para mim é uma felicidade - não gosto de me confundir!Pelo menos já assumiu que não está a defender ideias mas a atacar pessoas que desconhece. E agora vou à procura do tal exército que diz que tenho e que não encontro! Emais uma coisa Exº Senhor - De direita eu- oh não! Fique bem que eu também fico melhor.
Eu disse…
@Maria do Mar: não adianta, quando as pessoas não são bem formadas necessitam rebaixar (e neste caso insultar) outros para se sentirem superiores. Não se trata de doutoramentos mas sim de ensinamentos básicos. Claramente houve aqui uma(só uma?) falha na educação. Assim sendo até temos de congratular o blog , apesar de pouco interessante e com termos brejeiros, pelo menos não tem erros ortográficos!
Manuel Cruz disse…
Percebi que não percebeu. Ou antes: como, pela forma como escreve, demonstra que não é burra nenhuma, estou mais inclinado para que não tenha querido perceber. É, como diria o outro, um direito que lhe assiste.
Manuel Cruz disse…
Infelizmente, cara ou caro "Eu", tive que me converter ao português vernáculo. Sabe porquê? Porque é preciso chamar os bois pelos nomes e os filhos disto e daquilo por aquilo que são, disto e daquilo.

Desinteressante, o blogue? Muito lamentaria se dissesse o contrário.

E ... eu insultei alguém? Não dei por isso.
maria do mar disse…
O problema é justamente esse...destila tanto ódio que já nem se dá conta...é um direito que lhe assiste até porque as pessoas agora reinvindicam direitos para esquecer os deveres! Parabéns ao Eu. Tudo é melhor do que ser um anónimo especializado especializado em estupidez funcional por uma qualquer universidade.
Manuel Cruz disse…
Como queira. Não ando aqui para lhe agradar, mau seria se assim fosse.

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho