à espera do final feliz


Lagarde deu o mote, outros lhe lamberam as palavras, sempre atentos e veneradores. Dizem eles que a pobreza em Portugal, ou na Grécia, é nada se comparada com a dos países miseráveis de África ou da Ásia.

Resumindo, é isto: em vez de nivelarmos por cima, fazendo com que esses países saiam da pobreza, empobrecem-se os outros, os "periféricos da Europa", para que, assim, haja mais "equilíbrio" no mundo.

Entrementes, há uns senhores que, nas suas casas de milhões de dólares ou nos seus carros de centenas de milhares de dólares, esfregam as mãos de contentes, as contas bancárias sobem a alturas nunca dantes imaginadas.

O mundo é palco de uma tragicomédia onde todos somos protagonistas. Todos à espera de um final feliz sem, contudo, fazermos um gesto que seja para sermos nós a escrever a História.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora