que grande prato, oh crato!

Ainda me lembro - não foi há tanto tempo assim - da semana em que Crato desvalorizou o ensino do inglês para, na semana seguinte, vir dizer que o inglês era essencial na formação dos alunos, estabelecendo metas a atingir e exames a fazer.

Agora, nova reviravolta. Fez tanto finca-pé no exame dos professores e, hoje, anunciou um acordo com a UGT onde metade dos professores ficam excluídos do dito exame. Tudo isto, ao que parece, nas costas da CGTP, sem dar cavaco à maior central sindical do País.

Claro que a UGT, tal como Crato, não fica bem no retrato. Eu a pensar que o Silva era melhor do que o Proença e, vai-se a ver, é tudo uma questão de tença.

Amarelos nos carris. Já não era sem tempo. E o PS de Seguro lá chegará também, a acordos com Coelho numa patuscada de direitas, direitinhas e endireitados.

Digo eu, que tenho um dedo que adivinha.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

a assunção da canalhice

oxalá me engane!