a morte nua e crua

Um fabricante de caixões faz todos os anos um calendário com donzelas em poses sexy. Chocante? Para mim, não mais do que os calendários Pirelli no que toca à exploração do corpo feminino. Já no que diz respeito aos caixões propriamente ditos, não me aquece e muito menos me arrefece, salvo seja. Tudo o que seja aligeirar a desdita, não vou contra. E a morte, por acaso, até lhes fica bem. Apesar da piroseira das poses e cenários.

Uma nota final, mas não fatal: simpaticamente, os fabricantes até conceberam um caixão especialmente dirigido ao mercado português, é o último da série mas o primeiro nos nossos corações. É lindo. Vou querer um assim.












Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho