com a cabeça na areia


Segundo a estimativa publicada hoje no DN, a direita, a independente e a dependente dos dinheiros do Estado, valem 55% dos votos no Porto. Pizarro, é bizarro mas é verdade, arrecada uns meros 24%. E do PC e do Bloco de Esquerda, t'arrenego, desses nem se fala, vá lá o diabo perceber porquê. E ele até percebe, não nos quer é dizer.

Por outras palavras, e bem claras: mesmo com os fanáticos fananços da direita no poder, e não quero rimar poder com nada que não seja polido, ei-los com maioria no Porto. O PS é cilindrado. Ou porque Pizarro não convenceu os eleitores ou porque os eleitores não se deixaram encantar pelos cantos de sereia, ou de avestruz, do bravo timoneiro da mansão apalaçada ao Rato.

Seja como for, ainda precisamos de levar muita tareia, ficarmos a pão e água, e alguns já o estão, para todos percebermos que nestes tipos não se vota. É um crime. É uma heresia. Digo eu, que não acredito em deuses mas acredito, vou acreditando, em melhores e mais esclarecidos cidadãos. Um dia destes. Quando a porrada doer ainda mais e as chantagens de Pedro, de Paulo, da Merkel, da troika e dos mercados, ai os mercados!, ai os bancos!, ai o rating!, ai a merda do dinheiro e o dinheiro de merda!, deixarem de surtir efeito.

Até lá, citando o Lopes da Misericórdia, vou andando por aí.

Vai-se andando.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!